14
maio

40 notas direto de Paço…

01 – A estratégia adotada pelo prefeito Domingos Dutra para não comparecer as oitivas na qual foi intimado pelo Gaeco mostrou a fragilidade do gestor e da sua esposa, além do medo que ambos têm com os desdobramentos do inquérito.

02 – A postura serviçal de um líder religioso identificado apenas como “Padre Vale” chamou atenção. Primeiro a ter oportunidade no microfone, o religioso não parava de chamar Dutra e Núbia de “doutor e doutora”, respectivamente. “Vale” franqueou a palavra aos presentes na plateia, entretanto, ninguém quis defender o casal.

03 – Muitos dos cerca de 50 funcionários públicos municipais que estavam no ato realizado no prédio da Secretaria de Saúde, o CSU, na Avenida 13 no Maiobão, ficaram sem entender o destaque exacerbado que o Padre Vale fez durante sua saudação aos Umbandistas, Espiritas e membros de Terreiros.

04 – A propósito, durante sua fala que durou pouco mais de 20 minutos, a primeira-dama de Paço do Lumiar, Núbia Dutra, deixou bem claro a sua opção religiosa: “Sou espirita kardecista que ama sua religião”.

05 – Estrategicamente, o “ato de desagravo a Núbia”, título dado por Dutra ao evento de ontem, aconteceu no mesmo horário [10h] que o prefeito deveria depor na sede do Gaeco, no bairro do Calhau, em São Luís.

06 – Até agora busco entender o significado dos objetos usados em uma espécie de ritual feito pelo líder religioso presente ao “ato de desagravo”: Um vaso de barro, um tijolo, fogo, e sobretudo, uma colher. Nem vou dizer qual é minha desconfiança…

07 – O que o ex-promotor de Justiça, Benedito Coroba, fazia no evento dos funcionários da prefeitura de Paço do Lumiar? Na fala de Dutra, ele mencionou a presença do ex-promotor.

08 – Núbia deixou claro que o ato também tinha objetivo de não deixar os servidores desanimarem com as notícias negativas da mídia sobre a gestão. Mas não adiantou muito, pois, o semblante dos funcionários era de frustração total.

09 – A esposa de Dutra disse ser “mãe dos servidores de Paço” e, afirmou, que ficou profundamente abalada com os cinco mandados de busca e apreensão realizados pelo Gaeco e pela Seccor.

10 – A primeira dama que pronunciou 25 vezes a palavra “empoderamento”, disse que sua máscara não vai cair, o motivo? Segundo ela, não existe máscara. Para completar o deboche, ela ainda teve a ousadia de regurgitar que é a referência da gestão municipal.

11 – O prefeito Domingos Dutra, admitiu pela primeira vez, que a sua esposa controla outras secretarias que não são as que ela é nomeada para administrar. “Cuida da administração além da pasta dela”, disse o gestor.

12 – Quem verdadeiramente ouviu Núbia falando sentiu vontade de vomitar. Parecia uma “pobre coitada”, balburdiava idolatria, amor, fidelidade, dignidade, ética e moralidade…

13 – Em seu discurso de 30 minutos, o prefeito Dutra falou quase tudo de sua gestão, só esqueceu de explicar os contratos da prefeitura com empresas fantasmas, e olha que não são poucos…

14 – Aliás, Núbia quase entrou nesse assunto [contratos da gestão atual], mas logo recusou. Se ateve apenas em acusar a imprensa. “Tem uns blogs que triplicam empenhos para prejudicar a gestão”, disse ela.

15 – Pelo menos uma verdade a super-secretária disse: “Algo em mim exalta nojo nessas pessoas”. Verdade “doutora”, pura verdade! Não tiro sua razão!!!

16 – De outro modo, não faltaram exageros nas palavras de dona Neusilene Nubia Feitosa Dutra: “Se a oposição pudesse, já tinha me queimado e me apedrejado”, disparou a “referência” da gestão de Paço.

17 – O discurso de vítima não cola mais com Núbia! Alegar discriminação por ser mulher também não. A esposa do prefeito chegou ao cúmulo de fazer comparação de sua imagem à de uma mulher espancada, torturada e assediada. Que coisa!

18 – Não se espantem se o Ministério Público e a Polícia Civil pedirem a prisão do casal. Além de não comparecerem às oitivas, Dutra e Núbia debocham dos órgãos investigadores e já são vistos como ameaça as investigações, ao tempo que estão tentando atrapalhar o Inquérito do Gaeco e Seccor. E, é bom que se diga, isso não é brincadeira!

19 – Alguns servidores foram tomar água quando Núbia disse em alta voz que Paço do Lumiar é uma terra glorificada, bonita e possui plantas. Segundo ela, antes da gestão Dutra as crianças não tinham lápis e borracha, mas hoje, possuem até robôs nas escolas.

20 – Finalmente, Neusilene explicou o motivo de ela ter adotada sua cor predileta nos órgãos públicos municipais. “Essa é uma gestão que trabalha o lilás, cor do não preconceito universal”, disse ela.

21 – No minuto 18, Núbia explica como cuida do dinheiro público dos cofres de Paço do Lumiar, vale a pena conferir. Ela também disse que os secretários municipais “fazem magia”, e completou: “somos mágicos”.

22 – A implantação dos semáforos que custaram aos cofres públicos quase meio milhão de reais foi a ação governamental mais falada pelo casal durante o ato político realizado na manhã de ontem (13). Para Dutra e Núbia, trata-se de uma “extraordinária obra”.

23 – Núbia que se “auto-apelida” de “Roxa” e “Fênix”, admitiu que evita comprar “coisas” que a Lei permite para não ser criticada pela mídia. Para ela, a prefeitura poderia ter “um bom vaso, um bom quadro de parede e uma boa cadeira”.

24 – A esposa do prefeito também admitiu que não mora mais na casa da Avenida 09 do Maiobão alvo de busca e apreensão do Gaeco e da Seccor. “Eu nem estava mais morando lá, hoje sou uma foragida”, disse, para espanto da plateia.

25 – Ao exaltar Dutra, que segundo Núbia fazia bom uso de suas emendas parlamentares quando foi deputado federal, a esposa do prefeito acusou outros deputados federais maranhenses de “negociarem suas emendas”, mas não teve a coragem de declinar os nomes desses parlamentares.

26 – Neusilene Nubia Feitosa Dutra ainda disse que o maior problema do prefeito é, também, a grande solução da gestão: “Euzinha aqui”, afirmou, para os risos debochados da plateia de servidores.

27 – Após a realização dos cinco mandados de busca e apreensão do Gaeco e Seccor, Núbia disse que seu amor por Paço do Lumiar só aumentou, entretanto, admitiu: “Pensei naquele momento como eu olharia para vocês”.

28 – Dutra e Núbia foram enfáticos e alinhados num ponto em comum, segundo eles, falta mais participações dos funcionários da prefeitura nas redes sociais para defender o governo. Acontece, que os servidores contratados, comissionados e terceirizados não têm “tesão” para sair em favor de uma gestão fadada ao fracasso.

29 – Domingos Dutra fez muita referência a Nossa Senhora da Luz. Aos 50 funcionários que “lotaram” o minúsculo auditório do CSU, na Avenida 13, o prefeito disse que viajará para Lisboa em Portugal antes do término do seu mandato para visitar o bairro da Luz. Boa viagem!!!

30 – Dutra não sabe sequer a quantidade de habitantes que Paço do Lumiar possui. Em seu pronunciamento, o gestor luminense alegou serem 200 mil. Quantidade infinitamente superior ao que diz o IBGE, que é de quase 120 mil a população local. Isto é, Dutra inflou 80 mil pessoas no município.

31 – Nem a bandeira do município aguentou as baboseiras proferidas por Núbia e Dutra. No minuto 35 e 29 segundos, o ‘manto’ da cidade cai exatamente por trás da cabeça da primeira-dama. Em seguida, uma bela assistente da prefeitura recolhe a bandeira.

32 – A população quer saber quais são as 160 ruas e mais 20 avenidas [total de 180 vias] que Dutra sustenta que asfaltou na sua gestão. Caso o prefeito tenha a relação, favor enviar para o e-mail do blog que o titular da página faz questão de divulgar na íntegra.

33 – O que será que Núbia tem contra o governador Flávio Dino? Por onde passa a esposa do prefeito fala mal do líder comunista. Em seu pronunciamento, ela sequer lembrou as obras e ações que o governo do Estado levou para Paço. Já Dutra, por sua vez, citou ao menos cinco vezes o nome de Dino na sua fala.

34 – Entre as pérolas proferidas pelo prefeito três chamam especial atenção: a primeira: “Hoje em Paço não se vê jumento nas ruas”; segunda: “A minha quarta divindade é a Núbia”; terceira: “Núbia é perspicaz”.

35 – Ainda durante seu discurso, Dutra ressaltou seu amor por Núbia, e lembrou que já são 27 anos de casamento que segue firme para o 28º. Ok! então tá…

36 – Chamou muita atenção a reclamação de Dutra sobre o salário dos secretários municipais que recebem, por mês R$ 8.900,00. Segundo o prefeito, “eles trabalham muito e ganham pouco”. Então porque o gestor não envia novamente para Câmara um Projeto de reajuste dos salários dos secretários municipais?! Ora, bolas…

37 – A forma que o prefeito encontrou de se defender das acusações do Ministério Público foi acusando a promotora Gabriella Brandão. Segundo ele, ela age politicamente. Agora, Dutra, precisa dizer, então, quem o MP-MA está beneficiando.

38 – Dutra precisa explicar, também, quem está pagando os advogados que ele citou durante seu pronunciamento. “Nós temos quatro advogados só para cuidar do Ministério Público, e não são advogados qualquer”, disse o prefeito ao citar o ex-presidente da OAB-MA, Raimundo Marques, um advogado de nome Edmundo e mais dois outros advogados sem nominá-los.

39 – Categoricamente, o prefeito disse que irá convocar [leia-se assédio] todos os seus servidores envolvidos em Ações do MP-MA para assinarem uma denúncia contra a promotora Gabriela ao Conselho Nacional do Ministério Público. “Quero saber se a postura dela está correta”, argumentou.

40 – Não se entende o argumento do prefeito ao criticar a ação do Gaeco, segundo ele, a Polícia Civil e o MP-MA, tinham que avisá-lo antecipadamente que iriam realizar busca e apreensão na sua casa e nos órgãos da prefeitura. Ainda durante o pronunciamento, Dutra criticou o fato da promotora ter concedido entrevista a uma emissora de TV. Isso mesmo! O prefeito quer proibir a Promotora de conceder entrevista. Pode uma coisa dessa?!

CASO AINDA NÃO TENHA ASSISTIDO O ATO CIRCO DO CASAL NÚBIA E DUTRA, CONFIRA ABAIXO: 

LEIA TAMBÉM:

– Gaeco intima Dutra para depor; Núbia se esconde e não é notificada

3 Comentários

  1. Augusto disse:

    MUITO BOM, DOMINGOS! MAS É BOM DAR IMA REVISADA NA ORTOGRAFIA DE ALGUMAS COISAS AÍ… UM ABRAÇO!

Deixe o seu comentário!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894
Celular: (98) 98160-1081

RÁDIO TIMBIRA

https://www.ma.gov.br/wp-content/uploads/2018/07/Timbira-Banner-player-2018.gif?w=700

Publicidade